Jovens alavancam vendas de livros


Segmento infantojuvenil respondeu por 27,1% das obras vendidas no primeiro semestre de 2014

Texto Original: Revista da Papelaria

O segmento infanto juvenil alavancou a venda de livros no primeiro semestre de 2014. Segundo números apresentados na 24ª Convenção Nacional de Livrarias, o gênero foi responsável por 27,1% do total comercializado entre janeiro e junho deste ano.

O mercado, em geral, mostrou estar aquecido na primeira metade do ano, com alta de 2% no total de títulos comercializados pelo varejo e 12,5% mais lançamentos que na mesma época de 2013. Os livros estrangeiros também tiveram bom começo de ano, concentrando 21,9% das vendas no período.

Exemplos desse momento são os três best-sellers do primeiro semestre — os quais dois são feitos por estrangeiros para o público infanto juvenil: “Se Eu Ficar”, de Gayle Coleman, que teve 9.508 cópias vendidas; e “A Culpa é das Estrelas”, de John Green, com 5.606 unidades comercializadas. As publicações ocupam a primeira e terceira posição no ranking, respectivamente.

O pódio é completado pelo brasileiro Augusto Cury, com “Ansiedade: Como enfrentar o mal do século”, que vendeu 7 mil unidades.

←  Anterior Proxima  → Página inicial