E agora quem poderá nos defender?


O mundo está de luto por Roberto Bolaños, o eterno Chaves, morreu nesta sexta-feira (28) aos 85 anos em sua casa, na cidade de Cancún.


Carlos Villagrán (Quico)  foi o primeiro ator a deixar "Chaves", ainda na década de 1970. No dia anterior, havia lamentado a morte de Bolaños em uma rede social. "Hoje, como raramente acontece, fiquei longe do telefone por umas 4 horas e, quando voltei, havia 71 chamadas perdidas, para me dar a triste notícia da partida de Don Roberto Gómez Bolaños. Sinto muito a morte de um grande homem, amigo, gênio", escreveu Quico em sua página do Facebook.

Foi sem querer querendo que Chaves se consagrou como fenômeno mundial e atemporal. De conteúdo inofensivo, o programa agarrou um sem número de gerações, nos mais variados cantos do planeta, com uma linguagem universal e sobretudo inocente.
O gênio deixa para trás um grande acervo de obras e projetos.
Chapolim e Chaves (no México “El Chavo del Ocho”) são uma das grandes histórias que vão ficar para sempre nas memorias dos brasileiros.

Atualmente temos o desenho “Chaves – Animado”  até hoje novas temporadas são lançadas para TV. Tanto sucesso foi sua animação, que foi lançado o game “Chaves Kart” para PlayStation 3, um jogo de corrida com os personagens de Chaves.
E o sucesso não para por ai, a licença “Chaves - Animado” está entre os melhores produtos infantis do mercado, na qual a Ideal possui um grande mix destes produtos.

Conheça nosso mix de produtos Chaves, no site: www.idealpapel.com.br

Chompiras, Dom Caveira, Dr. Chapatin, Chaves, Chapolim, vários personagens dentro de um mesmo homem. Roberto Bolaños, ou Chespirito (pequeno Shakespeare, como é conhecido no México), você se foi, mas deixou sua marca em cada um de nós, criança ou adulto para sempre. Obrigado por tudo Chaves!


←  Anterior Proxima  → Página inicial